Menu
22 mar

O que é persuasão e como usá-la em seu negócio

Você sabe como persuadir alguém? Tem facilidade para influenciar outras pessoas? Tem ideia do que significa persuasão de fato? E noção de quanto isso é importante para você e sua carreira?

Se você faz algum tipo de negócio hoje, a persuasão deve estar presente em sua caixa de recursos. Pois sem ela, você estará fadado aos baixos resultados em vendas, o que, consequentemente, pode acabar arruinando sua empresa.

A persuasão é mesmo imprescindível a qualquer que precise se comunicar bem e conduzir outras pessoas a alguma específica. Por isso que, se você é empreendedor, blogueiro, profissional de marketing, ou lida com negócios de alguma forma, precisa ler este artigo imediatamente!

O que é persuasão

Persuasão pode ser entendida como uma estratégia de comunicação em que se utiliza recursos emocionais ou simbólicos para fazer alguém a aceitar uma ideia ou a realizar uma ação.

Nela emprega-se argumentos, legítimos ou não, com o objetivo de conseguir que outras pessoas adotem certas linhas de conduta, teorias ou crenças. De acordo com Aristóteles, retórica é a arte de descobrir, em cada caso particular, os meios disponíveis de persuasão.

Vale destacar que a persuasão é o oposto de coação ou imposição. Essa última se consegue pelo uso da força, enquanto a persuasão sugerindo através de argumentos. Em outras palavras, a pessoa persuadida age como o outro pretende, mas pelos seus próprios meios, sem ter que vivenciar uma reação repressiva.

Diversos fatores contribuem para a persuasão. Por costume, se recorre ao compromisso das pessoas, convencendo-as de que aquilo que se lhe propõe é o correto. O posicionamento da pessoa que tenta persuadir a outra também é relevante.

Se a pessoa em questão é uma autoridade, ou tem certo status e popularidade, suas opiniões tendem a um maior poder de persuasão. É por isso que muitos partidos políticos apostam em celebridades como candidatos ou apoiadores para ganhar as eleições.

O que é persuasão segundo alguns autores

O Dicionário Aurélio define persuasão como o ato de levar a crer ou a aceitar, decidir a fazer algo; obrigar a convencer-se, mostrar a conveniência de algo, levar o convencimento ao ânimo de alguém. Desse modo, tem-se a persuasão como uma ação que um indivíduo exerce sobre outro para alcançar um determinado objetivo.

Américo Souza, economista e advogado, diz que a persuasão é o resultado correspondente a um ato sobre o querer “(irracional) e o convencimento, a implicação ou consequência do ato de “convencer (racional)”.

Mas é bom explicar que irracional, nesse caso, deve ser entendido como uma vontade não baseada pela razão e, racional, em posição contrária, tendo a razão como base.

Outros autores também sugerem que persuasão se aproxima significativamente do conceito de influência. Com isso, termos como prestígio, crédito e outros similares podem ser determinantes para que alguém alcance a persuasão mais facilmente.

De acordo com Robert B. Cialdini, uma das maiores autoridades mundiais no assunto, persuasão é a habilidade de trazer as pessoas para o nosso lado, mudando apenas a maneira como apresentamos nossos argumentos.

A importância da persuasão nos negócios

Negociar é uma habilidade essencial nos negócios. Se você não está satisfeito com os seus resultados em vendas, uma boa dose de persuasão pode te ajudar a resolver esse problema.

A verdade é que para lidar melhor com as diversas situações no dia a dia comercial em sua empresa, entender e dominar os pilares da persuasão é fundamental.

Para te convencer sobre isso, basta pensar rapidamente sobre como os grandes empreendedores e milionários do mundo dominam a arte de persuadir. É notório como muitos desses homens bem-sucedidos sabem como influenciar as pessoas de uma forma fácil e magnetizante.

Eles descobriram, conscientemente ou não, o que é persuasão e como usar o poder dela para alcançarem seus objetivos. Hoje, como o avanço da tecnologia e a facilidade da informação, você, profissional de marketing ou empresário pode ter acesso às mesmas técnicas que eles usam através de livros, cursos, treinamentos e blogs como esse.

Importante salientar que num mundo onde o autoritarismo vertical corporativo vem sendo substituído por equipes horizontais multifuncionais, a habilidade de persuadir tem muito mais influência sobre o comportamento das pessoas do que a tradicional postura autoritária.

Os seis princípios da persuasão

Para quem está adentrando no assunto agora e quer se aperfeiçoar, sugiro começar estudando os seis princípios da persuasão difundidos pelo já citado Robert B. Cialdini.

Para te deixar a par desde já, listamos agora os princípios levantados por ele:

#1 – Reciprocidade

#2 – Compromisso e coerência

#3 – Aprovação social

#4 – Afeição

#5 – Autoridade

#6 – Escassez

Esses pontos formam o alicerce da arte da persuasão e podem deixar qualquer pessoa apta a influenciar qualquer pessoa.

Fechando…

Nosso objetivo com este artigo foi te dar uma base sobre o que é persuasão e explicar o porquê você deve usá-la em seu negócio. Claro que o assunto não foi esgotado, e por isso aconselho que você prossiga no aprendizado lendo os livros que a DVS disponibiliza sobre o assunto.

Lembre-se que na maioria das vezes deixamos escapar ótimas oportunidades de negócios por não conhecermos os mecanismos por trás da arte da persuasão, ou por não identificarmos as oportunidades que se apresentam através delas.

Conheça os livros aqui!

9788582891438_Comunicacao_e_Persuasao 9788588329560_QI_de_Persuasao

Back to top
Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com