Site ajuda pessoas com deficiência a entrar no mercado de trabalho

A legislação brasileira é considerada uma das mais avançadas no que diz respeito aos direitos de pessoas com deficiência. Com a Lei das Cotas, toda empresa com mais de 100 funcionários deve destinar, dependendo do porte, de 2% a 5% dos postos de trabalho a profissionais com deficiência.

Para facilitar a ponte entre candidatos e empresas, a i.Social, consultoria especializada na inclusão socioeconômica de pessoas com deficiência no mercado de trabalho, criou o site Vagas Inclusivas.

Segundo a Folha de São Paulo, o portal conta com um banco de currículos de 25 mil profissionais, dos quais mais de 50% possuem Ensino Superior. Ainda de acordo o jornal, no lançamento da ferramenta, 300 vagas para diferentes áreas de atuação estavam disponíveis.

Conheça o Vagas Inclusivas.

Se você não faz parte da solução, faz parte do problema!

→ Quantas vezes você foi a uma reunião que não tinha pauta, nem um conjunto claro de objetivos, foi mal conduzida e parecia improvável que iria gerar resultados claros e etapas subsequentes e, mesmo assim, você não fez nada a respeito?

→ Quantas vezes recebeu e-mails ou relatórios desnecessários que não precisava verificar e, mesmo assim, não comunicou aos emissores que essas mensagens estavam obstruindo sua caixa de entrada?

→ Quantas vezes assistiu a apresentações com slides demais, pontos confusos e um excesso de dados e, mesmo assim, não fez comentários sobre isso para o apresentador?

→ Quantas vezes assumiu uma tarefa ou um projeto sem uma meta clara, prazo específico ou resultados mensuráveis e, mesmo assim, simplesmente aceitou a confusa tarefa como parte de suas obrigações na empresa?

→ Quantas vezes escutou as reclamações de clientes e colegas sobre processos demorados ou que não faziam sentido e, mesmo assim, não tomou providências para corrigir os problemas subjacentes?

→ Quantas vezes participou de atividades da empresa, como o planejamento orçamentário e estratégico, acreditando que deveria existir uma opção melhor e, mesmo assim, não compartilhou suas ideias com os outros?

→ Quantas vezes você pensou consigo mesmo que os produtos ou serviços de sua empresa eram complicados demais, muito numerosos e pouco amigáveis e, mesmo assim, simplesmente aceitou essas complexidades como uma forma normal de fazer negócios?

 

Adquira já o seu!


 

SIMPLESMENTE EFICAZ: OBRA DA HAVARD BUSINESS PRESS CHEGA AO BRASIL POR PREÇO MAIS EM CONTA

Colaborador de Jack Welch discute em livro as dificuldades do dia a dia de um gerente, e como solucioná-las;

Autor Roh Ashkenas é responsável por dinamizar empresas e instituições como JP MorganChase, Cisco Systems, Federal Reserve Bank de Nova York, Banco Mundial e Johnson & Johnson.

 

Pense num livro da Havard Business Press, editora norte-americana, referência em management, por um preço mais acessível para o seu bolso? Foi o que a DVS Editora fez. Por apenas R$ 42, a editora coloca no mercado a obra Simplesmente Eficaz, de Ron Ashkenas, que mostra como tomar as rédeas da complexidade, não de forma rígida, sequencial ou prescrita, mas em consonância com as necessidades da sua organização.

O autor Roh Ashkenas fez parte da equipe original que colaborou com o então CEO Jack Welch no desenvolvimento da abordagem Work-Out, da General Eletric – uma das transformações corporativas de maior alcance e mais bem-sucedidas da história. Desde então, Ron tem adaptado e aprimorado a metodologia, aplicando-a em várias empresas listadas na Fortune 500.

“As organizações são organismos sociais que precisam cumprir suas missões em ambientes em constantes mudanças e cada vez mais turbulentos. Líderes precisam criar estratégias de simplificação personalizadas e compatíveis com as condições específicas enfrentadas”, afirma Ashkenas.

Simplesmente Eficaz deve ser usado como um recurso para gerentes, consultores e outros indivíduos dispostos a participar dessa busca sem fim. O livro oferece uma estrutura que leva a compreender as principais fontes de complexidade geradas pela forma de gerenciamento, instrumentos de diagnóstico para avaliar os níveis de complexidade que nos cercam, além de uma gama de ferramentas e uma estratégia geral para conseguir uma maior simplificação.

“Um livro essencial para qualquer gerente em busca de uma forma mais simples e eficaz de levar projetos a cabo”

Jim McNereney – presidente e CEO da Boeing

“Ron Ashkenas destaca que a simplificação é um ditame dos negócios. No mundo global e extremamente competitivo em quem vivemos, precisamos encontrar maneiras de facilitar as ações adotadas pelas pessoas. Simplesmente Eficaz apresenta um guia sobre como comandar o primeiro passo.”

Jeff Kindler – presidente e CEO da Pfizer


 

Algumas observações sobre liderança – lição 1

 

Atualmente estou lendo a incrível história de Frances Hesselbein – Minha Vida o qual ela fala com profundidade de quatro observações sobre liderança, tomadas com seu amigo e mentor Peter Drucker.

Eles são poderosas e requerem reflexão e considerações individuais . Aqui vai a o número um:

Continue lendo

Sua empresa é formada por feudos ou aliados?

Foto Livro_Competencias

Entenda como o RH pode dar suporte aos objetivos estratégicos, assim como o Marketing pode alcançar seus objetivos por meio das pessoas que o RH desenvolve.

Por Portal HSM

integração do Marketing com a área de Recursos Humanos é apontada como sendo grande responsável pela valorização da marca da empresa e por trazer benefício aos colaboradores. Contudo, diante de um ambiente profissional competitivo é natural ver as empresas organizadas em formato de “feudos”, nas quais as áreas atuam de forma isolada a fim de atingir um propósito específico

Para Cláudio Queiroz (foto), acadêmico dos cursos de pós-graduação da Fundação Getúlio Vargas e FAAP, é possível promover a aliança entre as duas áreas a partir do momento em que ambas se enxerguem como sendo complementares

Mas, para isso, é preciso evoluir a perspectiva do papel de Recursos Humanos. “Os gestores de RH precisam vibrar com os resultados estratégicos da empresa, acompanhar os números da organização, conhecer as dificuldades que a empresa tem para o alcançar os objetivos e saber como auxiliar a empresa a alcançar seus objetivos. Além disso, admiro gestores que criam soluções que potencializem as competências necessárias para a empresa chegar lá”, exemplifica.

Confira a entrevista completa:

Continue lendo

O Poder da Conversação

Blog do Editor, Carreira, DVS, DVS Editora, Falar em PúblicoA conversa é o principal laço que une as pessoas. Tanto no ambiente do lar como no trabalho e na sociedade, a conversa é uma arte, nem sempre bem executada. Daí surgem os conflitos, os desajustes, os isolamentos e os traumas.

Por João Lucio Neto .

Saber conversar é, então, uma arma, não apenas de sucesso na comunicação, mas também de felicidade. Todos gostam de conversar e de se comunicar e medem o prazer que sentem, de acordo com esse fator. Se, em uma roda de amigos ou durante uma visita, houve muita conversa, é porque houve prazer no encontro. Se, durante uma viagem, os participantes não ficaram calados, é porque gostaram. Se ficaram mudos, detestaram. A conversa é o termômetro, o indicador do nosso interesse, do nosso poder de comunicação e do nosso bem-estar.

“Na conversação equilibrada falamos e ouvimos, alternadamente, em proporção mais ou menos equivalente.”
(Autor desconhecido)

Ao conversar, lembre-se de que você está trocando idéias com uma outra pessoa; por isso, observe atentamente estes itens:

Continue lendo

Contratação de pessoas: quais são os riscos da integração?

DVS, DVS Editora, Livros Online, Negócios, Blog do Editor, Empresas, ContrataçãoIntegrar um novo diretor no ambiente de trabalho é desafiador e envolve riscos. Porém, se o candidato contratado for o certo, um processo bem planejado, fundamentado na colaboração eficaz entre o diretor e a organização, pode não apenas ajudar a minimizar esses riscos, mas também acelerar o processo de integração e posicionar o novo executivo para que acentue ainda mais seu desempenho.

Por Claudio Fernández-Aráoz.

Os novos contratados precisam tomar conhecimento dos fatores envolvidos na nova função. Se vierem de fora, precisam entender a nova cultura corporativa em que estão ingressando (quase nunca uma missão fácil!). Precisam desenvolver ou rever relacionamentos com pessoas fundamentais.

Eles são observados de perto o tempo todo. A confiança (ou a falta dela) que têm em seu próprio taco ao fazerem seus primeiros movimentos cria percepções indeléveis sobre seu potencial de produzir os resultados esperados. O júri está reunido e o veredicto será anunciado.

Continue lendo

HÁ VAGAS

Bymail DVS Editora

Muito se fala sobre as medidas políticas e econômicas necessárias no combate à crise. No entanto, elementos mais subjetivos, mas não menos importantes, como a mudança de postura e de comportamento em relação aos outros, precisam voltar à pauta de discussão.

Por Daniel C. Luz.

A crise gera desemprego, recessão, desencontro de ideias, radicalismos, sacrifícios. É como temos aprendido com as constantes crises no Brasil. Só haverá mudança verdadeira quando houver transformação de valores, pois no bojo de toda crise existe uma crise de valores. Por isso é tão importante a capacidade de ver além da crise.

No entanto, é esta mesma crise que gera uma oportunidade que, em tempos de bonança, nem lembramos que existe. Uma oportunidade ilimitada, voltada a todos, sem distinção de sexo, cor, credo, nível cultural, posição hierárquica ou profissão. Uma oportunidade que tanto é dada ao governo, como aos empresários, aos empregados, aos sindicatos, aos políticos e a todas as pessoas deste País.

E é justamente neste momento mais difícil da Nação, em que o desemprego é uma realidade, em que a recessão é uma ameaça, que as vagas estão abertas.

Há vagas para aqueles que estejam dispostos a resgatar os maiores e mais importantes valores do homem: a humildade, a caridade, o altruísmo, o senso de comunidade, o cuidado com a família, o respeito à condição humana e sobretudo a honestidade.

Continue lendo