Livro aborda aspectos positivos e negativos do humor

Descubra como funciona o humor e por que ele é tão importante para o bem-estar físico e mental. Acompanhe a trajetória do humor nacional e internacional e entenda o que leva humoristas a se envolverem em tantas polêmicas.

Ha! Ha! Ha! – O Bom, o Ruim e o Interessante do HumorO livro Ha! Ha! Ha! – O Bom, o Ruim e o Interessante do Humor (DVS Editora), do professor Victor Mirshawka, apresenta uma visão ampla tanto do papel do humor na sociedade como da influência que ele exerce sobre cada um de nós. Uma pessoa bem-humorada, por exemplo, é valorizada na sociedade, não só em momentos de descontração como também no ambiente de trabalho.

Diante da importância do humor e para estudá-lo a fundo, Victor Mirshawka divide o tema em três partes. O lado o bom – conforme mencionado acima –, o ruim e o interessante do humor. De acordo com suas pesquisas, o autor traz à tona os efeitos colaterais das piadas, já que todas acabam, de alguma forma, ofendendo alguém. “Toda piada contém alguma crítica ou uma superioridade intolerável”, destaca. Nesse ponto podemos enquadrar humoristas que estão constantemente envolvidos em polêmicas. O livro mostra que é preciso ter muito cuidado para que o humor não se torne excessivamente agressivo ou desmoralizante.

ONDE COMPRAR:
+ Adquira o livro em nossa loja virtual

Por fim, o aspecto interessante está relacionado ao riso – uma reação capaz de trazer benefícios à saúde física e mental. O livro explica, por exemplo, que rir pelo menos 20 vezes ao dia é essencial para o bem-estar, e contribui para isso com um texto leve, descontraído e recheado de piadas. Afinal de contas, para estudar o humor é preciso também praticá-lo.

Mirshawka dedica ainda dois capítulos a um histórico composto pelos principais humoristas dos últimos 100 anos, especialmente os brasileiros. Entram aí, inclusive, os grandes sucessos recentes do cenário nacional como Danilo Gentili, Fábio Porchat, Fernando Caruso, Marcelo Adnet, entre outros. Claro que para chegar até eles o autor acompanha o desenvolvimento de diversos setores como TV, teatro, publicações impressas e cinema.

Os grande humoristas internacionais também são abordados em Ha! Ha! Ha!, que destaca as grandes contribuições de artistas como Jerry Lewis, Roberto Bolaños – o eterno Chaves, Jerry Seinfeld, os integrantes do grupo Monty Python e mais. Desse modo, o livro destina-se a qualquer um que se interesse ou queira entender como o humor funciona, ou que simplesmente goste de dar boas risadas: o que faz muito bem!

SOBRE O AUTOR
Victor Mirshawka é engenheiro, mestre em Estatística, professor, autor de dezenas de livros, gestor educacional, palestrante e consultor. Diretor do Conselho de Ensino da FAAP e editora da revista Criática.

Ha! Ha! Ha! – O Bom, o Ruim e o Interessante do Humor
Autor: Victor Mirshawka
Editora: DVS Editora
Páginas: 400
Preço: R$ 50
ISBN: 978-85-8289-098-1

8 conceitos básicos indispensáveis à melhoria contínua em equipes

Praticamente todas as empresas entoam um discurso de mudança. Há mais ou menos um censo comum de que o mercado está sempre em transformação e que é preciso estar atento para acompanhá-lo. No entanto, são poucas as companhias que de fato possuem um política que permita a evolução constante. O que geralmente acontece é que gestores e empresários reagem tardiamente e são obrigados a iniciar uma corrida atrás do prejuízo.

Isso faz com que o processo seja esvaziado, já que, mudar por mudar, nem sempre é efetivo. É preciso MELHORAR! Para uma evolução constante, empresas e equipes precisam ter a melhoria como um preceito básico em sua cultura. A mudança não é algo que ocorre de uma hora para outra, é preciso um processo sólido e regular.

Para isso, os professores Victor Mirshawka e Victor Mirshawka Jr. desenvolveram a Roda da Melhoria. Trata-se de um ciclo formado por 8 etapas (que eles chamam de 8is) que devem ser dominadas pelos gestores que desejam instaurar um processo de melhoria contínua. Veja abaixo uma descrição breve de cada um dos conceitos:

01. Iniciativa:
Sem ela não dá para começar nenhuma mudança significativa.

02. Informações:
São essenciais para se situar dentro de um certo contexto.

03. Ideias:
Vitais para se chegar às coisas novas.

04. Inovação:
Tanto em um produto ou um serviço, é resultado do que idealizamos no nosso cérebro.

05. Insistência:
Imprescindível para que os principais atores concordem com a introdução da inovação.

06. Integração:
Fundamental, em particular numa empresa na qual todos devem aceitar a mudança.

07. Implementação:
É a parte difícil, fazer com que a mudança seja de fato implantada.

08. Introspecção:
É a atitude racional de analisar se não deve haver uma nova mudança e recomeçar tudo de novo.

Como “gira” a Roda da Melhora:

Quando alguém toma uma iniciativa para a mudança, precisará buscar novas informações que permitam ter ideias – e elas conduzem à inovação. A insistência faz com que a inovação seja aceita para, então, integrar a novidade entre todos os envolvidos e ter apoio para a implementação. Assim que concretizada, o agente da melhoria deverá se preparar para uma introspecção. Nessa última etapa, conclui-se, muitas vezes, que é necessário promover uma nova mudança. O que leva, então, de volta ao começo da roda!

Livro esmiúça o assunto:

Victor Mirshawka Jr. e Victor Mirshawka (imagem abaixo) detalham cada uma das etapas, bem como outros conceitos envolvidos no processo no livro “A Roda da Melhoria” (DVS Editora).  Para adquirir a obra e se aprofundar no assunto, clique aqui!

10 características que todos os inovadores possuem

Segundo o fundador da Business Innovation Factory (BIF), Saul Kaplan, um inovador é alguém que:

01) Sempre pensa em haver um caminho melhor.

02) Sabe que, sem paixão, não há inovação.

03) Adere incondicionalmente às mudanças.

04) Tem a sua própria opinião, mas sabe que lhe falta algo.

05) Aceita sem restrições que a inovação é um esporte de equipe.

06) Qualifica as limitações como oportunidades.

07) Enxerga vantagens nas suas vulnerabilidades.

08) Compartilha abertamente suas ideias e paixões esperando ser desafiado sobre elas.

09) Entende que as melhores ideias estão nas áreas intermediárias entre os silos.

10) Acredita que uma boa história pode fazer muita diferença no mundo.

Kaplan é um entendido no assunto, além de ser ele mesmo um inovador, na BIF – um laboratório para o desenvolvimento e para a avaliação de novos modelos de negócios – ele convive com mais de 5 mil inovadores. A partir de sua experiência, ele pôde criar a lista acima, mas você não deve se comparar a ela. Deve, sim, usá-la como inspiração para novas práticas diárias, assim, poderá desenvolver seu lado inovador!

. . .
Por Victor Mirshawka, palestrante da DVS Educação. Entre em contato para aprender mais sobre conexão, inspiração e transformação.

Você sabe como uma empresa se torna admirada no mundo todo pela excelência dos seus produtos e serviços?

Descubra como a Starbucks se tornou admirada no mundo todo.

Do Jornal do Empreendedor – Você sabe como uma empresa se torna admirada no mundo todo pela excelência dos seus produtos e serviços? Não?! Então você precisa assimilar o que Joseph A. Michelli escreveu no seu livro Liderando ao estilo Starbucks – lançado no Brasil pela DVS Editora, no qual ele descreve os princípios de liderança que levaram essa icônica empresa a sobreviver dos sérios problemas que passou durante a última crise mundial (aquela deflagrada em agosto de 2008, nos Estados Unidos da América) e voltar a crescer vertiginosamente em muitos países, em especial nos novos mercados.

+ Para comprar o livro, clique aqui.

Esses princípios são cinco, a saber:

1º) Prove e aprimore – É vital saber maximizar o entusiasmo dos clientes pelos produtos, serviços e experiências que sua empresa fornece.

2º) Ame para ser amado – É essencial desenvolver fortes laços emocionais com os clientes.

3º) Busque um denominador comum – Todas as coisas são iguais, exceto por suas diferenças, e todas elas são diferentes, exceto por suas similaridades!!!

4º) Mobilize a conexão – Não se pode esquecer que estamos no século XXI, quando as pessoas estão fazendo suas compras utilizando tablets e smartphones.

5º) Cuide com carinho e desafie seu legado – É fundamental cuidar dos negócios para que eles sejam lucrativos, mas que eles também representem uma diferença substancial e sustentável no mundo por meio do trabalho de todos numa empresa

Por Victor Mirshawka, palestrante da DVS Educação. Entre em contato para aprender mais o assunto, programar um curso ou obter informações sobre o livro “Liderando ao estilo Starbucks” 

Palestra fala sobre como conquistar os mercados trilionários da China e da Índia

Nos próximos dez anos, haverá quase 1 bilhão de consumidores de classe média na China e na Índia. Na economia global, os dois países já representam os maiores compradores de automóveis, celulares, eletrodomésticos e outros artigos, e estão ávidos por adquirir novos produtos e serviços. A grande pergunta é: como se adaptar e lucrar junto com esses mercados emergentes?

Baseado no livro O Prêmio de 10 Trilhões de Dólares – que será lançado em breve no Brasil pela DVS Editora, o Prof. Victor Mirshawka, Diretor cultural da FAAP, conduz a palestra que traça um perfil abrangente dessas novas classes médias e explica quem são esses consumidores – o que eles compram e por quê; como eles pensam e fazem suas compras; e como suas necessidades e preferências estão mudando.

SOBRE O PALESTRANTE
Prof. Victor Mirshawka – Diretor cultural da FAAP e autor de diversos livros [veja aqui] nas áreas de gestão de qualidade, criatividade, estatística, pesquisa operacional, administração, administração pública, liderança e motivação.

INGRESSO SOLIDÁRIO:
Um pacote de lenço umedecido ou R$10 que serão doados ao Lar de Idosos Vivência Feliz, instituição que ampara idosos carentes oferecendo assistência médica, odontológica e psicológica com ajuda de profissionais voluntários.

SERVIÇO
Palestra “O prémio de 10 trilhões de dólares”
Palestrante: Prof. Victor Mirshawka
Onde: FAAP São Paulo
Quando: 26 de novembro, 19h30
Ingresso: Pacote de lenço umedecido ou R$10
Endereço: Rua Alagoas, 903 – Auditório 1
Higienópolis – São Paulo/SP

VAGAS LIMITADAS
INSCREVA-SE AGORA

Palestra traz informações valiosas para empreendedores

Se você é um empreendedor em ação, ou está estudando o momento ideal para iniciar um negócio, poderá tirar lições valiosas da palestra “Gestão empreendedora” – oferecida pela FAAP Pós-graduação.

A palestra será ministrada pelo Prof. Victor Mirshawka, diretor cultural da Faap e autor de diversos livros [veja aqui] nas áreas de gestão da qualidade, criatividade, empreendedorismo, estatística, pesquisa operacional, administração pública, liderança e motivação.

INGRESSO SOLIDÁRIO:
Os inscritos deverão levar 1 agasalho em bom estado ou R$10 em benefício da Casa da Criança Santo Amaro, entidade sem fins lucrativos que atende crianças e jovens de 0 a 18 anos em situação de risco.

INSCREVA-SE AGORA

Gestão empreendedora

INSCREVA-SE AGORA

Chi Mental é tema de palestra na FAAP São Paulo

O professor Victor Mirshawka, diretor cultural da FAAP, conduzirá a palestra Chi Mental – Reprograme seu cérebro diariamente em apenas 8 minutos . O conteúdo é uma adaptação do livro de mesmo nome lançado recentemente no Brasil pela DVS Editora.

Chi Mental é um programa de desenvolvimento do cérebro por meio de exercícios com os quais é possível controlar e potencializar sua energia mental. Chi Mental oferece:

– Métodos rápidos e fáceis para aprimorar seu raciocínio;
– transformação de pensamentos disruptivos em pensamentos positivos;
– Processos mentais que evitam o estresse e promovem a autoconfiança;
– Mais energia mental e física durante e após o trabalho.

Victor Mirshawka é diretor Cultural da FAAP e autor de diversos livros nas áreas de gestão da qualidade, criatividade, empreendedorismo, estatística, pesquisa operacional, administração pública, liderança e motivação.

INGRESSO SOLIDÁRIO
Para participar, é preciso fazer a doação do “ingresso solidário” (2 kg de alimentos não perecíveis exceto sal e açúcar ou R$10), que será doado à organização Brasil Gigante. A organização arrecada alimentos para entidades filantrópicas e luta no combate ao desperdício de alimentos.

INSCRIÇÕES
As inscrições podem ser feitas pela internet, no próprio site da FAAP. Qualquer dúvida pode ser esclarecida pelo telefone 11 3662-7449.

SERVIÇO
Chi Mental – Reprograme seu cérebro diariamente em apenas 8 minutos
Palestrante: Prof. Victor Mirshawka
Onde: FAAP São Paulo
Endereço: Rua Alagoas, 903 – Prédio 5 – Centro de convenções – Higienópolis – São Paulo/SP

Atitudes positivas e negativas no ambiente profissional

Blog Editor, DVS Editora, CarreirasA forma pela qual as pessoas interpretam sua personalidade é a chave pela qual se relacionam com você. Não é tanto aquilo que você acha que é, mas sim aquilo que você transmite.

Por Victor Mirshawka.

A atitude é tão vital que ela pode transcender as características físicas e mentais existentes numa personalidade. Uma atitude positiva é tão poderosa que pode realçar traços de personalidade. Por outro lado, um atitude negativa pode minimizar ou esconder o que poderia, de outro modo, ser uma característica positiva.

Elwood N. Chapman, no seu livro Atitude – O Mas Valioso de Todos os seus Bens (Qualitymark Editora – 1998), diz que são as seguintes as principais vantagens de uma atitude positiva:

  1. Gera entusiasmo. Para se ter qualidade de serviço efetivamente o entusiasmo é necessário.
  2. Estimula a criatividade. Para encantar o cliente é necessário oferecer-lhe serviços cheios de imaginação…
  3. Provoca o bom humor, que pode fazer com que as coisas boas aconteçam. O atendente, ao adotar uma perspectiva alegre, mas respeitosa no seu trabalho, com certeza tem mais facilidade de agradar ao cliente.

Continue lendo

Boa sorte é uma questão de atitude

DVS, DVS Editora, Blog Editor, CarreiraQuem pensa em ser um bom vendedor se preocupa muito com o fator sorte. E a sorte sempre foi um grande e fascinante mistério. Uma espécie de força mágica que premia os seres humanos aleatoriamente. E, como todo bom mistério, a sorte tem sido objeto de curiosidade e cabeça desde que o homem começou a raciocinar.

Por Victor Mirshawka.

Por exemplo, tem muita gente que tem medo do número 13.

O escritor norte-americano Daniel Cohen, especialista em temas sobrenaturais, diz que o temor deriva da lenda do ataque de Loki, o deus do mal, a um banquete de 12  deuses para o qual não havia sido convidado.

Outros estudiosos afirmam que o medo do 13 é uma referência às bruxas celtas que dividiam o ano em 13 luas e tinham confrarias compostas de 13 pessoas.

Já para o historiador Luís da Câmara Cascud, um importante pesquisador de costumes brasileiros: “A superstição quanto ao número 13 é uma reminiscência da Santa Ceia, quando Jesus Cristo ceou com os seus 12 apóstolos, anunciando-lhes a traição de um deles e seu próprio martírio.”

Na cultura chinesa, por exemplo, o macaco representa a prosperidade, alegria e vivacidade.

Assim em alguns templos, é comum haver imagens em alto-relevo.

Continue lendo

Um pouco sobre Lovemarks!

Marca, Marketing Pessoal, Blog do Editor, DVS, DVS EditoraAs lovemarks não são propriedade dos fabricantes, dos produtores, das empresas. São das pessoas que as amam!!! Uma marca se torna uma marca do amor (lovemark) quando as pessoas que a amam lhe dizem isso. Entretanto, simplesmente sentar e aguardar que os clientes lhe digam que você é uma marca do amor pode transformar-se em uma longa espera.

Por Victor Mirshawka.

Amor diz respeito à ação. Diz respeito a criar um relacionamento expressivo. É um processo constante de se manter em contato, trabalhar com os clientes, entendê-los, conviver com eles.

E é isso que os profissionais de marketing perspicazes, designers sensíveis e pessoas sábias fazem todos os dias nos pontos de venda e nas linhas de produção.

Os clientes sentem o cheiro de falsidade a quilômetros de distância. Se você não ama o próprio negócio, eles também não o amarão. Eles precisam opinar sobre o desenvolvimento de novos produtos e dar idéias para os seus serviços.

Envolva-os em tudo, porém não apresente simplesmente o que lhe disserem. Assuma o compromisso de mudar. Seja criativo!!!

Continue lendo

Que tédio, que nada!

DVS, DVS Editora, Blog do Editor, Victor Mirshawka, TédioInúmeras são as possibilidades que as pessoas têm no século XXI a fim de utilizar o tempo livre para algo que agregue valor, aumente os seus conhecimentos, que não seja uma atividade rotineira e que não excite os indivíduos.

Por Victor Mirshawka.

No Japão acaba foi lançada uma engenhoca que certamente serve para aliviar o tédio de ficar esperando numa fila ou na viagem diária de ida e volta ao trabalho.

São os óculos de sol com vídeo!!!

O aparelho chama-se Teleglass, é conectado a um tocador de DVD portátil, telefone celular ou câmera digital, ou projeta filmes, mensagens de texto ou fotografias diretamente na lente esquerda dos óculos, deixando o outro olho livre para permitir que a pessoa, ou melhor, o espectador se movimente em segurança…

A fabricante do aparelho, a Scalar – empresa japonesa de tecnologia médica –, diz que o projeto é uma mistura dos amplificadores usados pelos dentistas e dos visores sem uso das mãos que permitem aos pilotos de helicóptero fazerem mira com uma metralhadora.

Continue lendo

O fator Wellness!

Saúde, Qualidade com Humor, DVS, DVS Editora, Blog do Editor, Victor MirshawkaWellness significa o bem-estar físico, mental e espiritual. Já o fator wellness como explica o Dr. Antônio José Sproesser Jr. no seu livro Viver Bem com Qualidade – O Fator wellness é constituído pela intersecção dos três componentes: qualidade de vida, saúde e comportamento humano. Assim você pode ter saúde, mas se a qualidade de vida não for boa, o seu fator wellness estará desequilibrado.

Por Victor Mirshawka.

O mesmo ocorre em relação ao comportamento humano.

Se ele não estiver adequado, o fator wellness não estará atraente.

Cada uma destas três entidades, apresenta uma série de outras sub-entidades que também se entrelaçam.

Dessa maneira, no quesito qualidade de vida as sub-entidades são: sono, exercício físico, sexo, vigor, viagens, habitação.

Continue lendo