Debate: O Nobel de Economia de economia e o caso brasileiro

A complexidade envolvendo as altas taxas de demprego, mesmo havendo sobra de vagas no mercado de trabalho a serem preenchidas, foi o tema do estudo que garantiu o Nobel de Economia aos professores americanos Peter Diamond e Dale T. Mortensen e ao britânico-cipriota Christopher Pissarides.

Lembremos que a questão é super atual e que foi ainda mais agravada pela recente crise econômica pela qual o mundo passou (ou passa), e que afetou com força maior as economias dos EUA e Grã-Bretanha, aos quais pertencem os estudiosos.

As pesquisas dos três focam os chamados “search markets” (mercados de busca, como por exemplo, o mercado de trabalho), “nos quais é necessário empregar tempo e recursos econômicos para que se encontrem oferta e demanda”.

Segundo o estudo, isso “cria atritos na busca, que se traduzem em trabalhadores parados, insatisfeitos e sem renda, o que também afeta negativamente as empresas”.

A ponte com relação a tal problema pode ser facilmente feita para o mercado de trabalho brasileiro onde parte da taxa de desemprego se deve a não capacidade, por parte de trabalhadores de um lado e das empresas de outro, em preencher as vagas disponíveis.

De um lado, têm-se uma massa de trabalhadores ociosos para os quais faltam competências, ou o desenvolvimento delas, como pré-requisito para conseguir um emprego. De outro, têm-se os empregadores, aos quais falta a habilidade de tomar as decisões corretas sobre pessoas, de modo a escolher o quadro certo para a função certa.

Opine!

Pesando no caso brasileiro, apenas o desenvolvimento econômico é capaz de dar solução para tal problema? É necessária a existência de políticas público-privadas para capacitação dos trabalhadores e mesmo empregadores?

Que outras medidas podem ser tomadas?

.

Seguem informações sobre alguns livros da DVS Editora que podem ser usados como fonte para estudo, debate e guia para desenvolvimento de competências e contratação de pessoas.


.

.

Grandes Decisõe sobre PessoasGrandes Decisões Sobre Pessoas

O livro é uma abrangente fonte de referência concebida para os gestores que desejam aprimorar sua competência pessoal em contratação e promoção de pessoas e a todos aqueles que tenham algum interesse por essa área.

Já com uma bagagem de duas décadas de experiência na área de contratação e desenvolvimento de pessoas competentes, Claudio Fernández-Aráoz apresenta neste livro diretrizes simples, mas iluminadas, que abrangem toda a gama de problemas inerentes à contratação, promoção e delegação de importantes responsabilidades aos grandes empreendedores.

Claudio Fernández-Aráoz é sócio e membro do comitê executivo da Egon Zehnder International, firma global líder na busca de executivos, onde atua há mais de vinte anos realizando projetos para importantes organizações do mundo inteiro. Com MBA pela Stanford e experiência prévia na McKinsey & Company, Fernández-Aráoz já publicou vários artigos de sucesso em algumas das melhores publicações de negócios, como a Harvard Business Review e MIT Sloan Management Review.

.

.

.

As Competências das Pessoas, Cláudio QueirozCláudio Queiroz é professor de pós-graduação e MBA da FAAP, e autor do livro As Competências das Pessoas. Potencializando seus Talentos. (DVS Editora). A obra aborda as dezesseis principais competências pessoais no ambiente organizacional fazendo uma sintética descrição da importância delas no mundo corporativo e apresenta o conceito, os conhecimentos, as habilidades, as atitudes, os comportamentos de entrega, a bibliografia básica e os filmes que ilustram a manifestação da competência em questão. A obra disponibiliza também um roteiro para o autodiagnóstico e a construção de um plano individual de desenvolvimento e ainda uma relação de músicas e obras de arte que podem funcionar como fontes de inspiração para o crescimento.



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *