Menu
07 jan

6 dicas para empreendedores darem a largada em 2013

Por: Gustavo Chierighini, fundador da Plataforma Brasil Editorial e membro do conselho editorial da DVS Editora.

Caro leitor, pois é, contrariando algumas previsões, o mundo de fato não acabou. O que acabou mesmo foi a mamata deste do período de festas e felizmente a correria do final de ano ficou para traz, junto com sua inútil sensação de prazo de validade espirar.

O que nos resta agora, empreendedor? Simplesmente seguir em frente, e construir com disciplina e dedicação um próspero 2013. Mas tudo isso é muito genérico e caso tenho você concebido (ou não) um planejamento estratégico para o novo ano, me adianto em lhe informar que o início de ano invariavelmente se configura como uma fase crítica.

Crítica porque ainda há um desfalque de quadros na maioria dos ambientes profissionais, por conta das férias e de outros motivos de ausência, que teimam em se realizar nesta época. Além disso há a inércia por conta da brecada das datas comemorativas.

Resumindo, convergem nesta fase uma série de fatores que podem atrasar de forma relevante o emprego da “a força total” para as atividades da sua empresa, que nunca dispõe de tempo para perder.

E foi pensando neste contexto, que elaboramos uma série de dicas para você que obviamente não quer ficar parado no ponto. Vamos lá:

1. O quanto antes, o mais rápido possível encerre com o lero lero sobre as festas de fim de ano, e outras questões que só colaboram para dispersar atenção e envolvimento;
2. Elabore antecipadamente uma lista detalhada de ações e providências imediatas, refletindo o seu planejamento. Mas caso não tenha elaborado um, simplesmente pense nos objetivos futuros, classificando-os na linha do tempo em horizontes de curto, médio e longo prazo, para em seguida concluir a sua lista;
3. Inicie o ano útil com sua equipe, por meio de uma reunião geral, mas sem embromação. Passados os primeiros dez minutos de introdução e amenidades entre de sola abordando com uma breve retrospectiva do ano anterior, suas pendências, êxitos e fracassos, para em seguida aprofundar a abordagem na lista elaborada;
4. Após esta primeira reunião, avance de forma individualizada calibrando as ações e estabelecendo prazos de execução. Será uma excelente oportunidade para medir o nível de proximidade da realidade que a sua lista de ações traz;
5. Cobre o planejado/ ajustado com todos os envolvidos.
6. Tente prever os imprevistos e providencia estratégias e ações de contenção de danos.

Boa sorte e um próspero 2013!
Até o próximo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back to top
Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com