Menu
05 mar

Como contar histórias envolventes com o poder Storytelling

Será que são apenas escritores, jornalistas, diretores de cinema e advogados que sabem criar histórias com Storytelling? Ou qualquer profissional pode aprender a produzir e contar histórias envolventes?

Quem está se aprofundando no tema, sabe que o fato de escrever uma boa narrativa, usando conceitos de Storytelling, não depende essencialmente da ocupação profissional de uma pessoa.

Qualquer um pode aprender a ser estratégico e impactar um público ao transmitir uma mensagem relevante. Se você quer começar a aprender hoje mesmo sobre como fazer isso, esse conteúdo pode te ajudar.

Acompanhe nas próximas linhas um caminho prático de como usar o poder do Storytelling a seu favor e aprenda a escrever histórias envolventes capazes de fazer a diferença no seu negócio!

Aprendendo a contar histórias envolventes com o Storytelling

“A menor distância entre um cérebro humano e a verdade é a história” – Anthony De Mello

No mundo todo, por séculos, as pessoas são impactadas por histórias. Consideradas um elemento determinante da comunicação, as histórias são oportunidades de transmitir informações, ideias e sensações.

No entanto, não existe um segredo para contar histórias envolventes com o Storytelling. O mistério é causar um efeito nos interlocutores, atraindo e fixando a sua atenção de forma gradativa.

Independentemente do tipo de conteúdo que você deseja trabalhar, é preciso se planejar e escrever a sua história. Que tal conhecer alguns passos simples que podem te ajudar nessa direção?

Comece pelo propósito

A primeira etapa ao criar histórias com Storytelling consiste em definir o que você quer falar. Todo processo de criação deve levar em conta um propósito claro e objetivo da mensagem, o qual guiará os detalhes da narrativa.

Ao começar pelo propósito, você saberá exatamente o que quer transmitir. Qualquer que seja a sua mensagem, você deve ter em mente que as pessoas são seres dotados de emoções. Use isso ao seu favor.

Saiba o que falar para desenvolver uma história emocionante e autêntica. Quando os consumidores notam que uma narrativa é verdadeira, por exemplo, eles prestam atenção e aguardam por uma conclusão (geralmente uma lição ou benefício).

Identifique a sua audiência

criar histórias com storytelling

O segundo passo envolve identificar a sua audiência, ou seja, com quem você deseja se comunicar. Por isso, segmente o seu público e estabeleça um perfil ideal de interlocutor que você quer passar a sua mensagem.

É fundamental que a sua audiência te veja como alguém que se preocupa com ela. Do contrário, você pode correr o risco de contar histórias irrelevantes e entrar para o clube de mais um que não faz a diferença em seu segmento.

Portanto, seja especial de alguma forma com e para o interlocutor. Logo, ele será capaz de confiar em você e tomar uma decisão orientado pela mensagem que você passou a ele.

Mostre um motivo válido

A próxima etapa é ter uma razão válida para desenvolver a sua comunicação. Por que você quer contar uma história? A sua mensagem deve ser um ótimo motivo para um consumidor comprar de você e não do seu concorrente, por exemplo.

As pessoas querem saber a razão de você estar contando determinada história. Se ela foi o maior desafio que você já enfrentou, o que você aprendeu naquele momento? Como a sua história pode ajudar outras pessoas?

É interessante que, ao criar histórias com Storytelling, você pode auxiliar as pessoas a resolverem os problemas que você já passou e, claro, encorajá-las a realizar algo grande e desafiador também.

Apresente um bom cenário

Criar histórias com Storytelling exige elementos visuais e uma boa estrutura. Imagens e vídeos podem te ajudar a apresentar um bom cenário ao interlocutor, estimulando o seu interesse e tornando a narrativa mais atrativa.

Quanto a estrutura da história, ela deve ser composta por um começo, meio e fim. O começo deve ser forte e instigante, já o meio deve construir o interesse pela mensagem e o fim deve levar a uma tomada de ação.

Uma mensagem relevante combinada por elementos visuais e uma boa estrutura promove um Storytelling poderoso. A ideia é que o interlocutor possa sentir a história na pele, como se ele estivesse dentro dela.

Escolha o melhor momento

Ter uma ótima história e escolher um péssimo momento para contá-la não vai trazer os resultados que você deseja em sua comunicação. É preciso escolher o melhor momento para contar a sua história.

Em outras palavras, você deve avaliar o instante em que a sua audiência precisa de você e conectar isso com toda a sua estratégia de Storytelling. Sabe aquele ditado de estar no lugar certo e na hora certa?

Ele serve para criar histórias com Storytelling de maneira envolvente também. Se você estiver no canal certo e na hora mais adequada, provavelmente construirá uma ligação poderosa com os seus interlocutores.

Conduza a audiência pelo caminho

Chegando ao final do processo de criação, se assegure de conduzir a audiência pelo caminho criado. É a questão de como você vai comunicar a sua mensagem e para qual direção você vai levar os seus interlocutores.

Para fazer isso, você pode usar experiências passadas, estudos de caso, pesquisas e outras fontes de informação que te ajudem a complementar a sua narrativa. Quanto mais informações concisas e conectadas, melhor será a sua comunicação.

Ao criar histórias com Storytelling sempre pense no caminho que a sua audiência pode trilhar ao consumir a sua mensagem. Se quiser, use um personagem que possa ser facilmente identificado pelo interlocutor e mostre a direção ideal para ele.

O desafio de criar histórias com Storytelling

Criar histórias com Storytelling é um desafio constante e gratificante para quem deseja crescer profissionalmente. Afinal, essa é uma das melhores estratégias para conquistar uma audiência e aumentar as vendas de um negócio.

E lembrando que boas histórias são consideradas divisores de água na vida de muitas pessoas. Logo, se você consegue criar e divulgar boas histórias, você terá uma audiência impactada pelo seu conteúdo.

Portanto, busque ser criativo e original ao criar histórias com Storytelling. De repente, você pode alinhar o Storytelling às suas ações de marketing e vendas também. Já pensou nisso? Saiba porque essa seria uma ótima combinação no nosso próximo artigo.

Back to top