Menu

Chega de desculpas!

DVS Editora, Insight, Daniel C. Luz, Livros OnlineReflita sobre suas atitudes e sua postura frente aos desafios e compromissos que aparecem diante de você. Lembra-se de que, às vezes, em meia a uma frustração, colocamos a culpa do fracasso na pessoa que estava tentando nos ajudar. Não faça isso! Chega de culpar os outros e de se desculpar pelas decisões que te cabem.

Por Daniel C. Luz.

Você já não ouviu a afirmação: “Se vai aprender alguma coisa, você cometerá erros”? É verdade. Às vezes, os indivíduos se recusam a tentar coisas novas porque têm medo de falhar e, consequentemente, de serem consi­derados um fracasso.

Quando você não quer fazer uma coisa, qualquer desculpa esfarrapada serve. Mas as desculpas muito repetidas têm um modo estranho de se transformar. Elas podem vir a ser doenças crônicas que destroem a nossa autoestima e paralisam a nossa vontade. Tornam-se grilhões que obscurecem a nossa visão, deixando-nos incapazes de sonhar e muito menos de realizar por medo de falhar.

Há uma diferença entre falhar e ser um fracasso. São poucas as coisas que se aprende na vida sem que se erre pelo menos uma vez. Você aprendeu a andar de bicicleta sem perder o equilíbrio? É bem provável que não. Você queria tanto fazer certas coisas, que rapidamente deixou para trás as tentativas malsucedidas e continuou tentando.

Embora tenha falhado várias vezes neste processo de apren­dizagem, você não foi um fracasso.

Você se lembra de que, às vezes, na sua frustração, colo­cava a culpa do fracasso na pessoa que estava tentando ensiná-lo? Se estivesse na bicicleta, a culpa era de quem estava ao seu lado segurando-o. Logo, você queria que esta pessoa o largasse e o deixasse ir por sua conta própria. Se caísse, a culpa seria do outro que o havia largado cedo demais, ou muito tarde…

Quando foi ganhando confiança e habilidade em sua bi­cicleta você resolveu passear na calçada, quando surgiu alguém. Você não tinha muita certeza de que conseguiria passar no pequeno espaço que sobrava, e ficou com medo de tentar e… caiu. Ao cair, deve ter pensado: “Você me fez cair! Se não estivesse no meu caminho, eu não teria caído”… A realidade é que, se tivesse mais prática, você teria facilmente resolvido a situação, como certa­mente o fez muitas vezes depois…

“ Uma pessoa pode falhar muitas vezes,
mas ela não é um fracasso enquanto
não começar a culpar os outros.”
Ted Engstrom

“ Uma pessoa pode falhar muitas vezes, mas ela não é um fracasso enquanto

não começar a culpar os outros.”

Ted Engstrom

Na vida, às vezes parece que alguém ou alguma coisa nos faz fracassar. Não é raro sentirmos que outra pessoa, ou circunstância, nos impede de alcançarmos os nossos objetivos. O que é raro é admitirmos que talvez não tenha­mos feito o melhor possível e, em seguida, analisarmos o nosso preparo e nosso esforço.

Pergunte-se se você fez o melhor que poderia ter feito e não tenha medo de admitir os seus erros e distrações. Se perceber que errou, simplesmente resolva não repetir mais o erro e vá em frente. Lembre-se de quando, ao an­dar de bicicleta, conforme ia tentando e persistindo, você ia ficando cada vez melhor. Até que andar de bicicleta se tornou tão natural como caminhar.

Não se deve culpar ninguém, nem a nós mesmos. Quem se prende à culpa pessoal ou permanece culpando os outros ou as circunstâncias, apenas retarda a sua própria recuperação. Arrisca a se tornar um fracasso em vez de ter tido apenas um revés temporário. No lugar de sentir autopiedade e de ficar bravo com os outros, pergunte: “E agora? O que mais posso fazer para alcançar os meus objetivos?”

Se perdermos tempo e energia arranjando desculpas, nunca veremos o que precisamos ver em nós para que possamos crescer e obter melhores resultados dos nossos esforços. Podemos falhar muitas vezes, mas isto nunca é o fim. Os que falham não são fracassados, a não ser que a culpa e a autopiedade os impeça de alcançar as suas metas.

Não importa o que tenha acontecido em sua vida, depen­de de você começar a criar o melhor modo de viver que for possível!

Livro Insight I
kit Insight é composto por livro + CD duplo. Neste CD você tem a narração de vários textos que torna possível assimilar as profundas lições de vida condensadas pelo autor a qualquer hora, em todos os lugares. O CD apresenta as reflexões de uma maneira agradável e especialmente montada para permitir uma apreensão profunda da obra durante uma viagem, no trânsito congestionado da cidade ou em casa. A harmoniosa trilha sonora foi composta pelo maestro Junior Camilo especialmente para este digitalbooks com a preocupação de criar um ambiente receptivo para melhor absorção do conteúdo dos textos.

1 COMMENTS

    Muito bom,é o que fazemos todos os dias .Culpar os outros por nossos fracassos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back to top
Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com