Menu

Jim Collins fala sobre o segredo do sucesso ou da falência

Jim Collins

Fonte: portal administradores e HSM.

Jim Collins é o mais respeitado pensador do mundo de management da atualidade e considera do sucessor de Peter Drucker. Ele é o autor do best-seller Built to last – mais de 3,5 milhões de cópias vendidas em 29 idiomas.

Sua palestra no HSM Expomanagement teve como foco a Gestão de Resultados, modelos de administração e cases de grandes empresas duradouras que conseguiram um desempenho superior ao longo do tempo.

Alguns pontos chamaram a atenção na fala do guru. Collins listou alguns fatores que considera como responsáveis pelo declínio de empresas hoje em dia. Para ele, as empresas são as próprias culpadas pelo seu insucesso. “Algumas empresas caem ou sobem e isso não é questão das circunstâncias, é questão da escolha consciente e disciplina”, afirma.

Collins alerta para algumas práticas que podem ser recorrentes dentro de empresas como: o excesso de confiança proveniente do sucesso; Abusca indisciplinada por mais (escala, crescimento, “aplausos”…); a negação dos riscos e perigos; a luta desesperada pela salvação; a entrega à irrelevância ou à morte.

Não fique arrogante com o sucesso

Segundo o pensador, a queda das empresas, muitas vezes, está na continuidade do modelo de gestão. Muitas empresas quando chegam ao sucesso mantêm o formato que lhes deu bons resultados e se acomodam, ou seja, não buscam inovar ou trazer algo diferente que agregue à empresa. “É preciso manter a empolgação, a autoestima, criatividade e intensidade, mesmo quando tiver sucesso. Se as pessoas perdem isso, há possibilidade de declínio”, afirma Collins.

Escolha as pessoas certas

“A habilidade executiva número um é escolher as pessoas certas e colocá-las nas posições certas”, afirma Collins. Para ele, ter uma equipe comprometida com a empresa e ocupando os cargos ideais aumentam drasticamente as chances de o empreendimento dar certo.

Vídeo: Jim Collins faz uma análise das mudanças que estão por vir no universo das empresas, baseiando-se nos princípios eternos de Peter Drucker.

Sugestão de leituras relacionadas.

Como as grandes empresas sobrevivem às 9 armadilhas do sucesso
Não deixe o sucesso colocar sua empresa no caminho da ruína
Em Seduzido pelo Sucesso, Robert J. Herbold, o ex-COO (chief operating officer) da Microsoft, mostra como evitar as nove armadilhas do sucesso – as “práticas herdadas” que quase derrubaram grandes empresas como General Motors, Kodak e Sony. Herbold, que passou 26 anos na Procter & Gamble e sobreviveu a cada uma dessas armadilhas, fornece táticas comprovadas para prevenir a arrogância, o gerenciamento excessivo e a negligência enquanto suas realizações estão sendo capitalizadas, sua força está sendo sustentada e sua posição no mercado está sendo mantida.
As nove armadilhas que toda empresa bem-sucedida deve evitar são:
· Negligência: manter um modelo de negócios antigo.
· Orgulho: permitir que seus produtos se tornem obsoletos.
· Tédio: ser fiel a uma marca bem-sucedida que se tornou antiquada e insípida.
· Complexidade: ignorar seus processos de negócios.
· Gerenciamento excessivo: racionalizar sua perda de velocidade e agilidade.
· Mediocridade: permitir que seus melhores funcionários percam o vigor.
· Apatia: envolver-se em uma cultura do conforto.
· Timidez: não enfrentar conflitos e obstrucionistas.
· Confusão: conduzir a comunicação de maneira esquizofrênica.
Sobre o autor:
Robert J. Herbold foi contratado por Bill Gates para ser COO da Microsoft Corporation. Durante os sete anos em que exerceu essa função, de 1994 a 2001, a Microsoft quadruplicou os seus rendimentos e os lucros aumentaram sete vezes. Antes da Microsoft, Herbold passou 26 anos na Procter & Gamble Company, e nos últimos cinco anos exerceu o cargo de vice-presidente sênior de marketing. Atualmente, Herbold é o diretor do Herbold Group, LLC. Ele também é executivo sênior na INSEAD, em Cingapura, um dos membros do Conselho de Ciência e Tecnologia do presidente Bush e diretor de diversos conselhos corporativos.

Sucesso, Robert J. Herbold, Empresas, Livros Online, DVS Editora, NegóciosComo as grandes empresas sobrevivem às 9 armadilhas do sucesso?

Não deixe o sucesso colocar sua empresa no caminho da ruína.

Em Seduzido pelo Sucesso, Robert J. Herbold, o ex-COO (chief operating officer) da Microsoft, mostra como evitar as nove armadilhas do sucesso – as “práticas herdadas” que quase derrubaram grandes empresas como General Motors, Kodak e Sony. Herbold, que passou 26 anos na Procter & Gamble e sobreviveu a cada uma dessas armadilhas, fornece táticas comprovadas para prevenir a arrogância, o gerenciamento excessivo e a negligência enquanto suas realizações estão sendo capitalizadas, sua força está sendo sustentada e sua posição no mercado está sendo mantida.

As nove armadilhas que toda empresa bem-sucedida deve evitar são:

· Negligência: manter um modelo de negócios antigo.

· Orgulho: permitir que seus produtos se tornem obsoletos.

· Tédio: ser fiel a uma marca bem-sucedida que se tornou antiquada e insípida.

· Complexidade: ignorar seus processos de negócios.

· Gerenciamento excessivo: racionalizar sua perda de velocidade e agilidade.

· Mediocridade: permitir que seus melhores funcionários percam o vigor.

· Apatia: envolver-se em uma cultura do conforto.

· Timidez: não enfrentar conflitos e obstrucionistas.

· Confusão: conduzir a comunicação de maneira esquizofrênica.

Sobre o autor:

Robert J. Herbold foi contratado por Bill Gates para ser COO da Microsoft Corporation. Durante os sete anos em que exerceu essa função, de 1994 a 2001, a Microsoft quadruplicou os seus rendimentos e os lucros aumentaram sete vezes. Antes da Microsoft, Herbold passou 26 anos na Procter & Gamble Company, e nos últimos cinco anos exerceu o cargo de vice-presidente sênior de marketing. Atualmente, Herbold é o diretor do Herbold Group, LLC. Ele também é executivo sênior na INSEAD, em Cingapura, um dos membros do Conselho de Ciência e Tecnologia do presidente Bush e diretor de diversos conselhos corporativos.

Grandes Decisõe sobre PessoasGrandes Decisões Sobre Pessoas

O livro é uma abrangente fonte de referência concebida para os gestores que desejam aprimorar sua competência pessoal em contratação e promoção de pessoas e a todos aqueles que tenham algum interesse por essa área.

Já com uma bagagem de duas décadas de experiência na área de contratação e desenvolvimento de pessoas competentes, Claudio Fernández-Aráoz apresenta neste livro diretrizes simples, mas iluminadas, que abrangem toda a gama de problemas inerentes à contratação, promoção e delegação de importantes responsabilidades aos grandes empreendedores.

Claudio Fernández-Aráoz é sócio e membro do comitê executivo da Egon Zehnder International, firma global líder na busca de executivos, onde atua há mais de vinte anos realizando projetos para importantes organizações do mundo inteiro. Com MBA pela Stanford e experiência prévia na McKinsey & Company, Fernández-Aráoz já publicou vários artigos de sucesso em algumas das melhores publicações de negócios, como a Harvard Business Review e MIT Sloan Management Review.

.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back to top
Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com