Menu

Tudo é desenvolvimento de marca!

A Marca Chamada Você

A partir do momento que você cria uma marca pessoal, não há como voltar atrás.

Por Peter Montoya

Soa assustador, não é? Bem, os negócios podem mesmo ser assutadores. O fato é que, a partir do momento em que você estabelece e lança a sua marca, você está compromissado. Tudo o que você faz na sua vida profissional – e mesmo algumas das coisas que você faz publicamente na sua vida pessoal – afeta a sua MP. Toda marca é um pouco como um navio com as velas estendidas, constantemente em equilíbrio com a força do vento que o move e que ao mesmo tempo deseja arrancar-lhe os mastros e afundá-lo. Tome uma decisão equivocada no leme ou interprete mal o tempo, e você logo estará enviando um SOS (sinal enviado em situações de emergência) e abrindo os botes salva-vidas.


Uma MP sobrevive num delicado equilíbrio entre a promessa que você faz ao seu mercado, seus clientes e as suas ações diárias. A partir do momento que estabelece sua marca, tudo o que faz confirma ou quebra a sua promessa. Se a sua marca compromete-se a oferecer uma incrível experiência de atendimento ao cliente, você tem que proporcionar essa experiência pelo menos 90%. Toda vez que você falha, sua marca é ligeiramente danificada. Se houver fracassos o suficiente – muitas incoerências em relação à sua promessa – você arruinará sua marca. As pessoas começarão a pensar que a sua promessa é uma mentira e que você é um impostor. Aí você naufraga.

É por isso que, a partir do momento que você cria a sua MP, tudo o que você faz está relacionado a ela. O que eu quero dizer com tudo? Vejamos esta lista:

  • O veículo que você dirige.
  • As roupas que você veste.
  • Onde você janta.
  • As instituições beneficentes que você ajuda.
  • Aonde você vai à igreja.
  • O quão limpo é o exterior do seu prédio.
  • Como sua casa é decorada.
  • Como você dá um aperto de mão.

Eu poderia continuar por um bom tempo. Parece ridículo, não é? O que sua escolha de restaurante tem a ver com sua imagem pública como advogado? Bem, o que aconteceria se você tivesse se apresentado como um defensor da comunidade latina, mas nunca tivesse comido num autêntico restaurante mexicano do seu bairro? Os vizinhos não achariam que sua conversa de defensor dos latinos é invenção sua? Não é racional, mas os clientes não são racionais. Nós baseamos nossas compras nas emoções tanto quanto no intelecto.

Quando você se compromete a criar uma MP, você está realmente comprometido. Por isso é tão fundamental que sua marca reflita quem você realmente é – as coisas com que você se preocupa, as coisas de que você gosta, e como você vive. Se você não for autêntico, não conseguirá levar sua marca adiante a longo prazo.

Sobre A Marca Chamada Você e Peter Montoya


MARCA CHAMADA VOCE

Esta fala pode parecer ousada, mas é assim mesmo – de forma agressiva e até irônica – que o autor faz o convite para a leitura de A Marca Chamada Você.

A obra desconstrói duas ilusões muito comuns entre aqueles que iniciam um negócio. A primeira, a de que o público se importa com o seu negócio, quando, na verdade, ele nem sabe que existe. A segunda, a de que você oferece algo diferente e superior à concorrência, quando, de fato, oferta basicamente os mesmos produtos ou serviços.
Peter Montoya mostra como o pensamento convencional é “surpreendentemente imbecil e segui-lo é a melhor maneira de “ser jogado para escanteio”. A primeira “dica” do autor em seu livro, deixa isso bem claro!

Esta fala pode parecer ousada, mas é assim mesmo – de forma agressiva e até irônica – que o autor faz o convite para a leitura de A Marca Chamada Você.

A obra desconstrói duas ilusões muito comuns entre aqueles que iniciam um negócio. A primeira, a de que o público se importa com o seu negócio, quando, na verdade, ele nem sabe que existe. A segunda, a de que você oferece algo diferente e superior à concorrência, quando, de fato, oferta basicamente os mesmos produtos ou serviços.

Peter Montoya mostra como o pensamento convencional é “surpreendentemente imbecil e segui-lo é a melhor maneira de “ser jogado para escanteio”. A primeira “dica” do autor em seu livro, deixa isso bem claro!

Peter Montoya é um renomado palestrante, instrutor e especialista em mídia e comunicação de marcas pessoais. Ele é amplamente conhecido como o mais proeminente professor do tema. Montoya fez diversas aparições nas emissoras Fox News, MSNBC, CNN e ABC, e recebeu destaque na mídia impressa e eletrônica, incluindo o USA Today, o Los Angeles Times, o Chicago Tribune, o New York Newsday, a BBC, a AFP, a Reuters e a CBS Marketwatch.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back to top
Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com