Menu

Reeduque Seu Cérebro: agenda de treinamento

Estar acima do peso é um sintoma de um cérebro preguiçoso ou de uma interrupção na capacidade de seu cérebro regular funções e sistemas essenciais, incluindo aquelas responsáveis pelo ato de comer e controle do peso.

Pensando nisso, Geogia D. Andrianopoulos, autora do livro Reeduque Seu Cérebro, Remodele Seu Corpo, desenvolveu o programa de Treinamento de Desempenho Ótimo (TDO), que consta de um conjunto de exercícios para que o cérebro “entre em forma novamente”.

Os exercícios são projetados para impulsionar o desempenho global do cérebro. É hora então de você seguir alguns passos aqui montados para ajudar a reeducar seu cérebro e tornar-se mais equilibrado. É melhor que você use a abordagem “um passo por dia”: dedicar um dia para se familiarizar com cada passo ou ação. Tome o dia inteiro para aprender como a ação específica pode se encaixar no seu estilo de vida. Continue acrescentando dias e ações de maneira cumulativa, de forma que, ao final você tenha incorporado todas as ações.

Alguns desses passos convocam você a fazer mudanças específicas no seu ambiente e agenda diária, tais como ficar em forma ou alimentar sua mente. Alguns são reguladores de atitude ou ânimo, como os procedimentos de indução de ânimo, que exigem apenas um pequeno investimento em tempo para se tornar parte de sua vida. E alguns, como acionar o freio do cérebro, são técnicas de estimulação do cérebro que você precisará praticar repetidas vezes. Cada ação tem origem em fatos científicos provados, e esses fatos são completamente explicados.

Estas ferramentas de boa forma mental global fazem parte do programa TDO

Então vamos começar.

Dia 1

O efeito-espelho da vida saudável

Tem como alvo o sistema límbico e o giro cingulado.

O cérebro faz o que ele vê. O próprio ato de observar reconecta o cérebro para espelhar a atividade ou comportamento que está sendo observado, olhado, enxergado ou visualizado. Uma vez que o cérebro vê como são os hábitos saudáveis, ele monta aquilo em sua configuração e espelha aqueles hábitos. Em outras palavras, o cérebro absorve o que vê e faz aquilo acontecer.

Resumindo: quanto mais comportamento saudável você vê, mais saudável seu cérebro faz você se comportar. Quando você observa pessoas metendo a boca naquele sanduíche de peru no pão integral, você lapida o cérebro, construindo redes neurais que conduzirão você a pedir um sanduíche de peru, não um sundae de caramelo, da próxima vez que estiver com fome. Parece bastante simples, e é.

Evidentemente, o comportamento em questão não tem a ver somente com a alimentação mais saudável. O reflexo positivo pode também ajudar você em sua capacidade de resolver problemas, sua capacidade de autorreflexão, e sua capacidade de se afirmar.

O principal para aproveitar o máximo dessa poderosa técnica: exponha-se a pessoas magras, atléticas, de alimentação saudável e otimistas alegras de qualquer idade com a maior frequência possível! Se não puder ser próximo e pessoalmente, pelo menos em vídeos e revistas.

Dia 2

Biscoito da fortuna e procedimentos de indução do humor

Atua no sistema límbico, arco do prazer, córtex pré-frontal e lóbulo frontal

As palavras carregam um comando implícito. “Seu coração é puro e sua mente é clara”, disse meu biscoito da fortuna. Logo meu peito ficou mais leve e minha cabeça menos nebulosa. A indução do ânimo ou mudança mental pelo uso das palavras é uma forma eficiente de induzir mudanças desejadas em você e nos outros.

Uma vez que as palavras acionam as áreas do cérebro que são responsáveis pela execução real da ação que definem, elas não simplesmente significam, mas também sugerem. Palavras sobre atividade e agilidade ajudam a nos energizar, enquanto palavras como lento e pesado pesam sobre nós.

As palavras são moduladores poderosos de ânimo, atenção e comportamento. Com procedimentos de indução de humor (PIH), você pode fazer com que a realidade das palavras trabalhe para você como ferramenta de gerenciamento de peso.

Prescrição para perder peso

Meu bem-estar interior depende da minha dieta.

Meu cérebro é meu maior aliado.

As pessoas gostam de estar a minha volta.

Comerei alimentos que maximizem o potencial do meu cérebro.

Meu cérebro pode me ajudar a florescer.

Posso comer menos e ainda me sentir bem.

A abundância de recursos do meu cérebro me ajudará a fazer o necessário para perder peso.

Posso sentir minhas células cerebrais prosperarem quando tenho uma alimentação saudável.

Cabe a mim proteger e nutrir meu cérebro.

Quando eu sorrio, meu cérebro sorri.

Serei mais consciencioso para evitar fast food.

Cuidar do meu corpo também beneficia minha mente.

Juntos, meu cérebro e eu somos uma aliança formidável.

Investirei o que for preciso para obter um corpo mais saudável.

Eu mereço ser mais magro, mais forte, mais saudável e mais lúcido.

Minha ida será mais alegre quando eu comer alimentos que estimulem a mente.

Minha mente é um tesouro.

Dia 3

Faça um reboot

Atua no córtex pré-frontal, sistema límbico, gânglios basais, arco do prazer e giro cingulado.

Quando seu computador para de responder, a melhor coisa a fazer é desligar e começar de novo: dar um reboot. O mesmo acontece com o cérebro no que diz respeito a comida e alimentação.

Como fazer o reboot. Ao fechar os olhos, você permite que o cérebro passe para um modo mais relaxado, reflexivo, que é muito mais apropriado para resolver problemas de maneira eficiente do que apelar para a comida. Como fazer isso:

* Feche os olhos por pelo menos cinco segundos, ou o tempo que precisar para quatro respirações profundas consecutivas. Respire fundo, naturalmente; concentre-se em suavizar e relaxar a área entre os olhos. Com os olhos fechados, imagine que está olhando para o seu cérebro. Agora abra os olhos novamente.

* Faça um esforço consciente de varrer o horizonte com o olhar em todas as direções cada vez que entrar e sair de casa, do carro ou do local de trabalho. Em outras palavras, faça um reboot consciente cada vez que mudar de ambiente.

* Boceje. Mesmo que não tenha vontade, os músculos usados para completar um bom bocejo ajudam a mudar os padrões de atividade elétrica do cérebro. Tente bocejar quando estiver aturdido por respostas durante um teste ou simplesmente precisar “mover-se” de um tipo de trabalho para outro, por exemplo de assistir a TV para verificar seu talão de cheques.

Os exercícios seguintes combinam um pouco de alongamento físico com o alongamento mental que o reboot dá ao seu cérebro:

* Quando estiver ao ar livre, olha por cima do ombro esquerdo o mais longe que conseguir confortavelmente, volte ao centro, olhe por cima do ombro direito e volte ao centro. Agora olhe para os dedos dos pés, depois para o céu. Quando fizer este exercício, olhe mesmo, não mexa a cabeça, simplesmente.

* Enquanto estiver de pé ou sentado, levante os braços estendidos por cima da cabeça, depois abaixe-os para os lados. Faça isso dez vezes. Agora feche os olhos e faça o reboot no cérebro.

Dia 4

Use a imaginação

Atua no sistema límbico, córtex pré-frontal e gânglios basais

Desde que os cientistas aprenderam que o simples ato de imaginar-se jogando futebol ou tênis dá às áreas do cérebro responsáveis por aqueles esportes sua própria forma de exercício, cada vez mais praticantes vêm batendo na tecla do poder da imagem para ajudar a promover comportamentos mais saudáveis. Imagine-se magro e cheio de energia, e você pode alavancar seu cérebro para as demandas da perda de peso, especialmente quando as imagens são somadas ao efeito-espelho e às PIHs.

Passos para obter GITI. GITI é um processo que ajuda a ativar imagens mentais poderosas. Primeiro você gera uma imagem. Inspecione a imagem. Transforme-a. Inspecione-a novamente até que ela seja o que você está buscando: neste caso, um você esbelto, sarado, saudável. Em um lugar relaxado, confortável, tranquilo, sente-se com os olhos fechados. Faça doze respirações consecutivas, enchendo os pulmões o quanto possível a partir da barriga até o topo da sua garganta. Expire lentamente. Com os olhos ainda fechados, comece.

Dia 5

Encontre prazer corporal

Trabalha no sistema límbico, arco do prazer, gânglios basais (possivelmente) e córtex pré-frontal (inicialmente).

Sem título-2Qualquer pessoa pode comer e sentir prazer pela ação; não tem a ver com o cérebro. O truque é aprender como obter mais prazer de todos os tipos de outras atividades. Praticamente todas as partes do nosso corpo podem lhe trazer prazer ilimitado. Não quero dizer somente o prazer de correr suavemente e sem esforço ou de dançar na chuva nas noites de sábado. Também quero dizer atividades como caminhar, tocar, esticar-se, até mesmo respirar.

Exercícios para o corpo e o cérebro. Aqui estão quatro exercícios projetados especificamente para estimular o cérebro para a perda de peso. Os primeiros três em especial são projetados para fortalecer a comunicação entre às áreas inferior, média e superior do cérebro de forma que todas sejam ativadas simultaneamente. O nível de integração entre essas diversas áreas determina nada menos que a qualidade de nossas vidas física, mental e emocional. Prosperamos com a boa integração, a má integração geralmente significa uma vida de desequilíbrios e atribulações.

* Andar na prancha. Fique de pé ou ande sobre uma superfície de dois a três metros de comprimento, envergadura 2×4. Certifique-se de que se sente equilibrado e em seguida caminhe. Para um desafio maior, vá descalço, carregue pesos ou levante os braços acima da cabeça. Como a “prancha” está apenas alguns centímetros do chão, o perigo de lesão é pequeno se você cair.

* Ato de equilíbrio. Para esse exercício, você precisará de uma bola BOSU®, um dispositivo de equilíbrio que lembra uma bola cortada ao meio (verifique no site power-systems.com para informações sobre como obter uma bola BOSU). Ajuste a bola para baixo do lado plano. Agora fique de pé sobre a bola e tente se equilibrar. À medida que vai melhorando, tente levantar um pé, depois o outro, ou carregue halteres. Posteriormente, tente fazer agachamentos na bola.

* Levantamentos opostos. Para essa pose de yoga modificada, deite-se de bruços. Levante lentamente os braços e pernas opostos, alternando os lados.

* Caminhar. Mesmo os movimentos musculares humildes da caminhada redirecionam o fluxo e energia dentro do cérebro para áreas que estão subutilizadas. Você já sabe que, assim como o corpo, se você deixar partes do cérebro sem uso por muito tempo, elas atrofiam. Pense nas manobras do amor cerebral que tornam quase impossível seguir uma dieta saudável ou um sistema límbico flácido que estimula vontades e comilança descontrolada porque não consegue lidar com suas funções rotineiras.

Exercícios de qualquer tipo aumentam a capacidade do cérebro de gerar novas células cerebrais, fortalece as conexões neurais existentes e protege as células nervosas de lesões e morte. Caminhar é um exercício mais simples, mais barato, mais fácil e um dos mais eficientes que existem para conquistar tudo isso.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back to top
Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com