Menu
15 ago

Sobre ser vendedor e os fatos que vão mudar sua perspectiva profissional

Torna-se cada vez mais evidente que o futuro do trabalho será determinado pela inteligência artificial (IA) e pela automação. Essas duas tecnologias vão eliminar alguns empregos, mas também criarão novas oportunidades.

E o que irá permanecer? Sem sombra de dúvidas, o trabalho do vendedor. E isso eu afirmo não apenas olhando para frente, mas principalmente, olhando para trás. Costumo dizer que, quanto mais conseguirmos olhar para o passado, mais conseguiremos enxergar o futuro.

Vendedores, desde os mais antigos, como os mercadores do mediterrâneo, até os mais modernos, como os representantes comerciais online, são figuras-chave no desenvolvimento humano.

A tecnologia avança, novas soluções empresariais são criadas, mas a venda permanece como umas das atividades mais importantes do mundo.

É disso que eu trato no livro “Eu, vendedor” e é isso que venho trazer para você neste post. Se você quer entender o porquê ser vendedor é essencial e como isso vai fazer você crescer na vida e nos negócios, continue comigo!

Pare por um minuto e observe o ambiente à sua volta…

ser vendedor

Todas as coisas que estão no lugar onde você se encontra neste momento foram vendidas por alguém. Tudo o que você está vestindo e usando é fruto de venda em algum nível.

Mesmo que a camisa que você esteja vestindo tenha sido feita em casa, o tecido e a linha para fazê-la foram vendidos por alguém. Perceba, nada acontece sem as vendas.

Nas nações, à medida que os governantes buscam o desenvolvimento e o bem estar dos povos, cresce a importância do papel dos vendedores para fazer movimentar a economia. Ressalto tudo isso para conscientizar sobre a importância da atividade.

A tecnologias estão modificando o trabalho do vendedor. Call Centers, televendas, marketing direto, e-mail, smartphones, internet, e-commerce, redes sociais, blogs. Muitos vendedores usam dispositivos móveis para colocar pedidos, atualizar banco de dados de clientes, gerenciar estoques, etc. A tecnologia facilita, modifica processos, mas a essência da venda continua a mesma:

O lado humano.

Por conta do marketing, hoje o vendedor é mais orientado ao cliente e possui como objetivo construir e manter um bom relacionamento em vez de simplesmente fechar contratos e tirar pedidos. A função principal do vendedor não é mais produzir e vender, mas satisfazer à clientela, consultando-a antes de oferecer qualquer coisa.

As possibilidades de ser vendedor

ser vendedor

Se você desejar ser vendedor e aprender a vender com entusiasmo e perseverança, sempre com foco na satisfação dos clientes, poderá desfrutar de uma vida mais prazerosa e recompensadora.

Em outras palavras, ser vendedor levará você a obter lucro, prestígio social e muitas outras coisas não tão fáceis de conseguir em outras profissões…

São diversos os campos que você pode atuar como vendedor, já que se caracteriza como venda qualquer atividade que envolve uma relação de troca entre empresas e pessoas. Os exemplos vão desde vendas diretas de produtos e serviços até transações de papéis (seguros, por exemplo).

Todo negócio, em algum momento, tem a venda como parte do seu processo de trabalho. Por isso a atividade é essencial para o desenvolvimento empresarial e econômico. Você pode se beneficiar disso diretamente.

Empresas que praticam ações de vendas — lojas, supermercados, magazines, bancos, seguradoras, empresas jornalísticas, editoras, entre outras —  mantêm vendedores de diversas categorias: fixos, comissionados, terceirizados, etc.

Esses profissionais têm a chance de crescerem e se desenvolverem na carreira, obtendo ganhos em escala de acordo com o próprio desempenho. Esse é um grande diferencial da área de vendas para outras profissões.

A palavra mágica que faz os olhos brilharem

ser vendedor

Tudo isso se deve também à “palavra mágica”: comissão. Após as primeiras experiências com metas batidas e comissões recebidas, vendedores dificilmente desejarão outras formas de remuneração.

Falo por experiência própria. Foi vendendo, batendo metas e recebendo comissões que eu tive oportunidade de construir minhas primeiras fontes de lucro. Isso abriu o caminho para que eu me tornasse mais livre, mais próspero e que ingressasse numa jornada de iniciativa e empreendedorismo.

A atividade de venda serve como mola propulsora para o sucesso, e quem se desenvolve como vendedor tende a não se contentar mais com a fórmula: emprego fixo + salário mínimo. Se isso faz sentido para você, ótimo, você tem o livro certo em mãos.

No livro “Eu, Vendedor” você terá um guia com insights, dicas e técnicas que vão ajudá-lo a se tornar um vendedor de altos resultados. Meu conselho é que você não encerre a leitura antes do fim e não pule nenhum capítulo, pois incluí nesta obra informações valiosas que farão a diferença na sua jornada profissional.

Se você quer realmente crescer na vida e nos negócios, aqui estão as chaves para você aprender a vender, conquistar clientes, ganhar comissões, obter lucro e construir patrimônio.

“Coma” cada palavra deste livro!

PS.: O que você acabou de ler é um spoiler do Eu, Vendedor. Coisas que tratei neste post foram tratadas no prefácio, escrito pelo vendedor e empresário Gustavo Ferreira, e na introdução, escrita por mim mesmo.

PPS.: Mas esse spoiler não entrega nem 20% do que eu trato nos capítulos dos livros. Aconselho que leia, absorva e coloque em prática o que eu mostro no livro. Assim, você terá a chance de crescer na vida e nos negócios vendendo qualquer coisa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back to top
Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com