Menu
25 ago

Educação corporativa – Porque a gamificação é o melhor caminho

Já ouviu falar que as pessoas aprendem mais quando elas têm a sensação de que chegaram às conclusões por elas mesmas?

Existem instintos de aprendizagem dentro de cada ser humano e é fato que ninguém aprende com padrões iguais, mas existem formas mais eficientes de ativar as percepções e ter um processo de educação corporativa mais inteligente.

No caso da gamificação, você consegue mexer com todos os sentidos que estimulam a aprendizagem de uma pessoa. Entenda o porquê.

Quais são os sentidos que estimulam o aprendizado?

De acordo com a pesquisa do professor de estatísticas, Marcelo Reis, existem várias formas de ensinar e estimular impulsos naturais nas pessoas sem precisar padecer em um sistema de ensino ultrapassado.

A principal forma é lidando com os sentidos de aprendizado de cada um e a gamificação entra a fundo de cada um deles. Confira uma tabela* adaptada e mais clara sobre os estilos de aprendizagem:

Percepção: Sensorial Intuitiva Preferem simulações e fatos ou princípios e teorias.
Alimentação: Visual Auditiva Aprendem vendo figuras, ou só ouvindo músicas por exemplo.
Organização: Indutiva Dedutiva Aprendem mais do geral para o particular ou do geral para o particular.
Processamento: Ativo Reflexivo Precisam fazer algo com o mundo exterior ou preferem algo introspectivo.
Compreensão: Sequencial Global Se adaptam aos procedimentos formais com passo a passo ou só aprendem com uma noção mais ampla dos assuntos.

*Tabela baseada nas informações da pesquisa.

Pessoas competitivas são adeptas da gamificação

Você pode achar que não, mas a sua empresa pode estar composta por pessoas competitivas e isso é um bom sinal, porque basta estimular esse lado delas, para ter um resultado surpreendente na educação corporativa.

Existem pessoas que quando são desafiadas produzem melhores resultados, porque querem sempre alcançar o próprio limite. A gamificação ajuda muito nesta aventura de ultrapassar as próprias fronteiras de conhecimento.

Transforme funcionários em colaboradores

Já reparou que em algumas empresas as pessoas agem como funcionários? Eles não têm responsabilidade nenhuma, são hostis e, ainda, fechados para qualquer nova informação. Pessoas com essa personalidade, não são sensíveis com o cliente e não vão ajudar sua empresa a crescer.

Ter um senso crítico, ou seja, ser capaz de analisar os processos de forma inteligente e racional, é um dos principais hábitos dos profissionais de sucesso (24% deles têm esse perfil), segundo uma pesquisa da consultoria de Fernando Jucá, dono do livro “Expertise em Aprender”.

Mas nem tudo está perdido, há como abrir a mente dos seus funcionários e transformá-los em colaboradores. Pessoas que vão fazer questão de seguir os procedimentos e regras da sua empresa, sendo capaz de questionar assuntos de forma racional…

A gamificação estimula o senso crítico dos seus colaboradores. Eles começam a colaborar, mesmo sem saber, de uma forma divertida, conscientizadora e contagiante.

Quem tem desafios aprende mais

Como você já entendeu neste artigo, estimular o próprio conhecimento é uma das principais características para que os seus colaboradores aprendam melhor e fiquem mais abertos para o que você tem a falar.

Ainda segundo Fernando Jucá, os executivos que são experts em aprender são totalmente proativos e abertos a diferentes tipos de experiências. Eles gostam de se desafiar, discutir, questionar e analisar os fatos. Aproximadamente 31% desses empreendedores de sucesso têm essa característica desenvolvida.

Se você ainda não tinha se animado com a gamificação, já pode se sentir à vontade para investir nessa opção.

O aprendizado a partir da prática é melhor

O cérebro é dividido em duas partes de aprendizagens:

  1. Hemisfério esquerdo, que é responsável pelo raciocínio lógico, chamado de cérebro acadêmico.
  2. Hemisfério direito, que á mais ligado aos gostos criativos, chamado de cérebro artístico.

Os dois hemisférios são ligados por algo chamado de corpo caloso, que trabalha quimicamente toda a velocidade de milhares de células de cada pessoa.

Mas o que isso tem a ver com gamificação e melhora no rendimento da educação corporativa?

Quanto maior a conexão e os estímulos entre esses dois lados, maior é a velocidade de raciocínio, memorização e, consequentemente, aprendizagem. A grande vantagem é que a gamificação trabalha esses dois hemisférios e, por isso, é o melhor caminho para a educação corporativa da sua empresa.

Execute a gamificação e tenha retornos positivos

A sua educação corporativa só vai atingir os objetivos quando você executar os conceitos e, a partir de então, trazer comportamentos positivos na sua empresa. Comece a usar agora esse método incrível, conheça os nossos livros sobre gamificação e aprenda as melhores práticas para ter um retorno surpreendente.

 

Back to top
Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com